page-header

Cursos Musicais

preparados para seu aprimoramento técnico

Os cursos da Associação de Canto Coral são voltados tanto para coralistas e cantores que visam à formação e ao aperfeiçoamento musical, como também para iniciantes que desejam ter seu primeiro contato com a música vocal.

A ACC passou a oferecer aulas em grupos e individuais também on-line durante o fechamento de nossa sede diante da pandemia da Covid-19. Contamos com uma equipe de professores capacitados, que também promovem os concertos, audições, palestras e oficinas incentivando a prática da música coral e instrumental.

Leitura de Partituras Musicais

O curso é voltado para quem deseja aprender a ler e se familiarizar com as partituras musicais, principalmente aquelas voltadas para a prática do canto coral, com a execução de leituras em uma ou mais vozes, cânones e outras formas de música em conjunto. Consiste em identificação e reconhecimento de símbolos musicais elementares, leitura de arranjos musicais, exploração das diversas possibilidades de expressão na música de forma prática e, ao final, o curso leva seus integrantes às reflexões sobre a história da música, a prática de apreciação musical e aspectos mais profundos como estética e análise de formas musicais.

Excelente oportunidade para aprender ou desenvolver a habilidade de ler partituras.

Na ACC são oito diferentes horários on-line e presenciais. Escolha o seu e inscreva-se já!

Terças: 16h e 17h (Peçanha)
Sextas:
16h (Miguel)

Professores:
Miguel Torres e Luiz Carlos Peçanha

Duração:
50 minutos, uma vez por semana

Investimento:
R$166,00/mês
(Desconto de até 10% para associados)

. INSCREVA-SE AQUI .

Método de Musicalização GAZZI DE SÁ

Para alunos de Licenciatura em Música e professores de Educação Musical

Direcionado aos profissionais atuantes na área de educação musical, o curso tem como objetivo central apresentar os principais conceitos propostos no Método de Musicalização Gazzi de Sá, bem como sua aplicação e possibilidades no contexto do ensino de música na escola básica.

O Método Gazzi de Sá, mesmo sendo pouco conhecido, é sem dúvida uma das mais importantes propostas de ensino de música do Brasil. Gazzi de Sá foi um dos principais colaboradores de Villa-Lobos na implementação do Canto Orfêonico nos anos 30, 40. Além disso, em João Pessoa, sua terra natal, foi um incansável incentivador cultural, promovendo concertos com seus corais e músicos convidados como Tomás Terán, Bidu Sayão, Guiomar Novaes e Andrés Segovia.

Sobretudo para iniciantes, o método é uma ferramenta que se mostra muito eficaz, e essa eficácia tem relação direta com a forma simples, direta e lúdica com a qual o autor aborda os mais diversos elementos da linguagem musical. A grafia musical utilizada não é a tradicional, porém, cumpre perfeitamente a função de fazer a introdução ao tema. A abordagem do aspecto melódico é feita através dos graus da escala no lugar dos nomes convencionais das notas, o que faz com que o aluno não perca tempo achando que precisa decorar os tais nomes… O Método Gazzi de Sá dá a oportunidade de fazer música desde o início, e de forma consciente.

Por fim, trata-se de uma metodologia que pode ajudar bastante não só músicos amadores, mas também, e principalmente, profissionais da área da Educação Musical.

Professor:
Luiz Carlos Peçanha

Data/horário:
Aulas individuais. Horário a combinar.

Investimento:
R$227,00/mês
(Desconto especial para associados)

. INSCREVA-SE AQUI .

Flauta doce

Conhecida como ferramenta de musicalização e pela fama de fácil execução, também por sua construção simples e preço acessível, a flauta doce é um dos instrumentos musicais mais antigos da história. Presente entre diferentes povos e culturas, ela teve momentos de auge e de ocaso; no contexto da música ocidental europeia, a flauta doce surge no final da Baixa Idade Média e aos poucos torna-se popular. Entre o século XVI e início do XVIII adquire um repertório próprio – na Renascença elas se agrupam numa família com tamanhos diversos, um conjunto (ou “consort”) que formam uma trama tal qual um coral de vozes – à sua semelhança, os principais naipes são assim divididos: soprano, contralto, tenor e baixo. Portanto não era incomum (diria até, esperado) o dobramento entre vozes e flautas ou outros instrumentos.

No Barroco, sonatas, concertos, solos em cantatas e paixões lhe seriam dedicadas. Por volta do segundo quarto do século XVIII a flauta doce entraria num longo período de esquecimento, mas no século XX haveria o seu resgate através do movimento da chamada “Música Antiga”, cujo mote é recriar as práticas e instrumentos do passado. Ao mesmo tempo a flauta doce é incorporada na música moderna, contemporânea, popular e até folclórica, com grande popularidade.

Durante o curso os alunos poderão desenvolver a técnica do instrumento, ter acesso a textos, partituras e ao repertório em diferentes épocas. Haverá audição de gravações e também de vídeos para discussão em sala de aula. Exercício da percepção musical, ao tocar tanto “de ouvido” quanto com partitura. As aulas em grupo (até 3 ou 4 pessoas) têm como objetivo apurar a afinação e o ritmo através da execução de obras em conjunto.

Professores:
Claudio Frydman

Data/horário:
Segundas-feiras, das 16h30 às 18h

Investimento:
R$247,00/mês
(Desconto especial para associados)

. INSCREVA-SE AQUI .

Curso preparatório para o Teste de Habilidade Específica (THE) em Música (Bacharelado e Licenciatura)

(Para alunos com conhecimento básico de teoria musical)
Este é um curso voltado para a preparação do aluno interessado em ingressar no curso superior de música, seja para o Bacharelado ou ainda em Licenciatura em Música. Como se sabe o ingresso em um curso superior de música não é tão simples, pois os candidatos são submetidos, além do ENEM, a outras provas específicas em música.

A proposta consiste em oferecer uma base de conhecimentos teóricos através de atividades práticas, com exercícios voltados para o aprimoramento da percepção musical.

Além disso, ao saber que o simples “preparar para a prova” muitas vezes não é o suficiente, este trabalho é também voltado para dar ao aluno condições de, não só fazer uma boa prova, mas também de chegar devidamente preparado (e se sair bem) no curso que optar por fazer.

Professor:
Luiz Carlos Peçanha

Data/horário:
Aulas individuais. Horário a combinar.

Investimento:
R$227,00/mês
(descontos especiais para associados)

. INSCREVA-SE AQUI .

Regência Coral – 2023/2° semestre

Curso com ênfase na técnica gestual, aberto para regentes corais e alunos de Regência Coral.

Turmas com até sete alunos, iniciantes e avançados.

2º semestre de 2023 – módulo de 12 aulas
Horários previstos:
Quintas-feiras, das 10h às 12h
Sextas-feiras, das 10h às 12h

Observações: Novas turmas/horários poderão ser formados, de acordo com a procura
Em função dos feriados do 2º. semestre, estes são os dias previstos para as aulas:
Quintas: 10/8, 17/8, 24/6, 31/8, 14/9, 21/9, 28/9, 5/10, 19/10, 26/10, 9/11, 16/11
Sextas: 11/8, 18/8, 25/8, 1/9, 15/9, 22/9, 29/9, 6/10, 20/10, 27/10, 10/11, 17/11

Pré-requisito: boa leitura musical

Serão concedidos certificados de frequência para os alunos que tiverem pelo menos 75% de presença no módulo.

Professor:
Carlos Alberto Figueiredo

Duração:
12 semanas

Investimento:
R$600,00 (dividido em até três vezes)
(Desconto de até 10% para associados)

. INSCREVA-SE AQUI .

Combinado Coral

– Coro (Intercantus, Sinfônico, Prelúdio, Madrigal ou Lírico Feminino)
– Técnica Vocal em Grupo (mínimo de cinco alunos)
– Leitura Musical (mínimo de cinco alunos)
Valores: R$ 421,00 (sócio)

Combinado Coral-Câmara

– Coro (Câmara ou Tu Voz Mi Voz)
– Técnica Vocal em Grupo (mínimo de cinco alunos)
– Leitura Musical (mínimo de cinco alunos)
Valores: R$ 461,00 (sócio)

Descontos acumulativos

para um segundo/terceiro coro: 8%

background

Tire suas dúvidas ou inscreva-se!

Desenvolva-se musicalmente na ACC

Back to top of page